quarta-feira, março 04, 2009

Complicadex

Eu sou uma entre os milhares de utentes do sistema de Saúde da Segurança Social sem médico de família. Por isso, só tenho direito a consulta por semana, sempre depois de todas as outras pessoas serem observadas pelo sotôr, isto é, quando o senhor já está a olhar para o relógio, a pensar no jantar, e fartinho de ouvir as queixinhas dos desgraçadinhos dos velhinhos. E só há cinco vagas, uma vez por semana. E a hipótese de conseguir essa vaga é semelhante à de vencer o Euromilhões. Vá, estou a ser exagerada. É mais fácil ganhar o Euromilhões. É mais fácil acertar em cinco números e em duas estrelas do que conseguir ligar para o Centro de Saúde e ser uma das cinco a marcar a tal consulta de reforço. Isto porque é suposto ligar às quartas-feiras, às 16 horas. Ora, hoje, esperta que sou, liguei às 15h57, contando com o tempo que ia aguardar que me atendessem e tal. A cena passou-se assim:

Tuuuuuu….tuuuuuuu…. (isto é o som do telefone a chamar, como é óbvio)

O mau: Centro de Saúde Santo Condestável, boa tarde!
A boazinha: Boa tarde. Queria marcar uma consulta de reforço.
O mau: Ainda faltam três minutos.
A boazinha: Hmmm….mas no meu relógio já são 16h. (espertaaaaa, hã?)
O mau: Pois, mas ainda faltam três minutos. Tem de ser às 16h, ‘tá bem?
A boazinha: Sim, mas normalmente não atendem e depois nunca consigo consulta. (a esta altura já me estava a fazer de coitadinha, confesso)
O mau: Tem de aguardar em linha. Isto é assim, há a tolerância de 10 chamadas em espera, tem de aguardar. (a crueldade desta pessoa é inacreditável…!)
A boazinha: OK. (rendi-me)

Desligo.
Marco imediatamente o mesmo número.

Tuuuuuu….tuuuuuuu… (já sabem o que é…)

O mau: Centro de Saúde Santo Condestável, boa tarde! (a mesma pessoa)
A boazinha: Já são 16 horas… (num tom triunfante!)
O mau: Diga então o seu nome, por favor...