quinta-feira, fevereiro 12, 2009

Conselhos a um determinado taxista

1. Dirija-se ao supermercado mais próximo. Corra para a secção de Produtos de Higiene e tome conhecimento do maravilhoso mundo do champô, gel de banho, sabonete, desodorizante, água-de-colónia, pasta dentífrica e afins. Se entretanto encontrar o corredor dos detergentes, também serve.
2. Andar a 120km/h nos túneis do Campo Grande não é uma opção.
3. Puxar excreções acumuladas na garganta enquanto se aguarda a passagem da cor vermelha para a verde num semáforo não é simpático.
4. Colocar o volume dos rádios a uma intensidade que roça os 120 decibéis é desagradável. Custa ao tímpano ouvir “3674 à Praça das Flores” e a sodona Amália a cantar um faduncho ao mesmo tempo.
5. Não fale com o cliente enquanto os rádios transmitem um irritante “3674 à Praça das Flores” e um sonoro faduncho da sodona Amália.
6. Não beba álcool.
7. Não coloque objectos na mala. Com o seu aspecto qualquer um pensa que tem um cadáver na parte de trás do automóvel.
8. Por favor, a sério, tome banho.
9. Tente usar mais do que a segunda mudança da caixa de velocidades. Aliado ao som dos rádios, o grito do carro a pedir uma acima é deplorável.
10. Não nos toque na mão quando lhe damos o dinheiro. Pegue só na nota.
11. E, já agora, tome uma banhoca, sim?