quinta-feira, outubro 02, 2008

Um dia sou assim, no outro sou mais estúpido ainda

Imagem DR

Numa conversa à toa, veio à tona o maravilhoso mundo dos horóscopos. De Virgem para Virgem, falou-se de Balanças. E, meus amigos, o que há para dizer sobre os Balanças...?! Baseada apenas na minha frutífera e real experiência com estes nativos, tenho a dizer que são... como é que hei-de dizer....? Parvos. Bem, agora já sei... das três pessoas que lêem este pobrezinho blog, duas abandonaram. Uma porque a mãe é Balança, a outra porque tem mais do que fazer. Entendo perfeitamente. Mas eu vou continuar, tal como continuou a conversa entre Virgianas ("quasi psicopatas", fiquei a saber!).
Pois bem, eu já lidei com algumas pessoas do signo da coisa que serve para pesar coisas. E não foi bom. NUNCA foi bom. Ou são demasiado teimosos, ou demasiado egocêntricos ou demasiado brutos, ou são demasiado teimosos, egocêntricos e brutos! A outra Virgem afirmou que esta linda forma de ser dos Balanças é uma "defesa para as suas inseguranças". O caraças! Se estou insegura, não incomodo ninguém com as minhas imposições, não falo apenas do que li, vi ou pensei, nem tão pouco agrido ninguém verbal ou fisicamente. E, sim, os Balanças são meninos para isso. Meninos e meninas, que também as há assim mais pró "sou-intelectualóide-eu-é-que-sei-por-isso-nao-me-chateies-ou-levas-um-murro-nos-cornos". Mas pronto, tudo para dizer que não acredito em neste tipo de defesas. Nem nestas nem em nenhum L-Casei Imunitas em forma de gente que se meta à minha frente.

Já disse que não gosto de Balanças?!