segunda-feira, julho 28, 2008

Ai, meu querido Portugal

Hoje a rubrica é a dobrar (dado à ausência da passada segunda-feira). A primeira pérola a apresentar, desculpem-me os puritanos, é cantada em inglês. Quer-se dizer...a coisa não é bem bem inglês. É aquele americano das ilhas, leia-se, dos Açores. Eduardo Mourato faz uma homenagem ao oceano atlântico, isto é, ao "blue ocean", que está cheio de "memories", e tem uma bela "breeze". A rematar o vídeo, uns foguetes inexplicáveis e um momento digno dos "Malucos do Riso".
Ladies and gentlemen, I present to you, the one and only, Eduardo Mourato with the smashing hit "The Blue Ocean".



Também ele natural da ilha de São Miguel e também ele emigrante nos States, José Nazário. Canta em português, mantém o sotaquezinho pauleta-like e é um romântico. Ele corre, ele guia com cautela, só para ter um beijo dos lábios dela. Mas, coitadinho, não tem sorte nenhuma.
"Os Lábios Dela", José Nazário:

quarta-feira, julho 23, 2008

De longe recorda-se hoje

Até sabe bem esta derrota, pensou ela. Abrir os olhos custa sempre um pouco, especialmente pela manhã, todos os dias, mas ali à hora do café as pestanas já não lhe pesam. Uma pressão quase capital, como um amor que não esquece. Nem uma mágoa de palavras ao vento. Nem as horas que pesam e não passam.
Flores de uma jarra murcha miram a imagem de uma mulher cansada, com pés que ardem mas que andam. Hoje entregou-se à apatia de um dia comum, lembrando sorrisos beijados na relva, uma tarde, uma noite. Distantes estão as fotografias de mãos dadas ou pintadas e marcadas numa folha branca. O quarto ainda tem miniaturas de carros de gente grande, roupas coloridas espalhadas no chão. Espalhadas estão também as pequenas gotas de água por sua cara. Jamais ouvirá aquela gargalhada após um trambolhão de um monstro qualquer animado. Hoje as molduras guardam o pó das cinzas daquele pequeno corpo falecido.
Uma verde flor já não traz esperança.

sexta-feira, julho 18, 2008

Hmmm..aqui há gato...

Lista de coisas que não dão a bota com a perdigota *

- polícias de calções. Tudo bem que é Verão, que os senhores, coitadinhos, também têm direito a andar à fresca. É tudo muito bonito. Mas não é coerente, pá. Um gajo de bigode, com o distintivo ao peito, arma na anca e depois...calçõezinhos?! E com meias ainda por cima?! Naaaã...

- senhoras de meia-idade, com cerca de 976 fios de ouro ao pescoço, muito loiras, malinha da Chanel na mão direita e na esquerda o jornal AVANTE! Mais: senhoras de meia-idade, com cerca de 976 fios de ouro ao pescoço, muito loiras, malinha da Chanel na mão direita e a apregoar o jornal AVANTE! à porta da estação de metro do Campo Grande! Desculpem, mas, novamente, não é coerente. A malta da foice e do martelo não vai à Lapa arranjar o cabelo nem frequenta lojas de antiguidades. A malta da estrela vermelha corta o próprio cabelo (quando o corta!) e vive uma doutrina que forra as paredes de lojas de antiguidades.

- talhantes magros. Ninguém acredita num homem da carne magrinho. Então o senhor não ingere o que corta e vende?!

- o cabelo da Judite de Sousa. Aquilo é o quê?


* quando me lembrar de mais, posto!

terça-feira, julho 15, 2008

Bem-vindos ao mundo encantado das batatas fritas

Imagem DR


Eu nunca páro naquele corredor. Parei hoje e, digo-vos, meus caros, é um mundo à parte. É o maravilhoso mundo das batatas fritas!!! Eu, que raramente como dessas coisas empacotadas, conhecia, até hoje, dois ou três géneros de batatas fritas com dois ou três sabores. Mas fiquei maravilhada, confesso, com a variedade estúpida (e reforço o ESTÚPIDA) que há deste snack actualmente! Pois que ele é batata de bacon, queijo (com suas próprias sub-variantes), presunto, ketchup, salsa, azeite, barbecue, sal e vinagre, picante, cebola e, pasmem-se, picanha a la brasa!!!! Sim, há no mercado nacional batatas fritas com sabor a carne de rodízio brasileiro. Além de todos estes sabores ainda há variadíssimas opções da forma da bela da batata. Ou é em palito ou em palha, lisas ou às ondas, no pacote ou em tubo. Há as que prometem ser caseiras ou light e aquelas que pelo teor de gordura no próprio pacote não enganam ninguém.



Em breve, farei uma pequena dissertação sobre os corredores dos iogurtes e dos champôs, assuntos bastante negligenciados hoje em dia.


segunda-feira, julho 14, 2008

Ai, meu querido Portugal

A língua portuguesa não conhece limites quando se trata de segundas interpretações. Ou três, ou sejam quantas forem. E o repertório da senhora que se segue é exemplo disso. "Só Quer é Fruta" é o novo single de Rosinha, uma intérprete nacional conhecida como a "Quim Barreiros de minissaia", que conta já com grandes êxitos na sua carreira como "O Meu Amor Já Tem a Tenda Armada", "Por Trás Não" ou "Meu Amor Quero uma Mala".
Isto não é ordinarice.
A culpa é do Português!

terça-feira, julho 08, 2008

É T, é P, é M, eeeeeeeeeeeé TPM!!!

Irritabilidade, choro fácil, fadiga, oscilações de humor, nervosismo, ansiedade, dores de cabeça, distúrbios do sono. Juntar a isto: deadlines, imprevistos, autocarros cheios e mudanças.

Coisinha pouca.

segunda-feira, julho 07, 2008

Ai, meu querido Portugal

E segunda-feira é dia de musiquinha tuga deprimente aqui no tasco. Hoje é a vez de duas irmãs portuguesas emigrantes no Canadá. Uma chama-se São, a outra Linda. São o Duo São Lindas. Parece-me coerente. E optimista, bem como toda a letra da canção, "Poesia". Elas vêem e sentem poesia em todo o lado. Na terra, no sol e até no trabalho!
Urge prestar atenção à coreografia (?) das bailarinas (?) que acompanham (?) as cantoras (?) bem como aos modelitos fashion das duas manas e seus acompanhantes masculinos!

sexta-feira, julho 04, 2008

São papoilas saltitantes!

Aviso à nação Carrisiana

Imagem DR

Nívea. Rexona. Palmolive. Fa. Dove. Sanex. E outros tantos.

Há em roll-on, há em stick, há em spray (se bem que esta última versão dá-me nos nervos porque, embora digam na embalagem "ah e tal não faz mal ao ambiente", eu não vou na conversa), há em creme. Há aqueles que não mancham as roupas escuras, há os que prometem frescura durante 24hrs, com cheiro a limão, a frutos silvestres, com poderes hidratantes, sensuais (!) e relaxantes.
Há pró menino e prá menina, há para os dois em consonância. Há um corredor cheiinho destas coisas no supermercado. Há os de marca branca, para poupar uns trocos, há uns mais carotes na farmácia, para as peles mais mariquinhas.

Por isso, meus amigos e companheiros desta jornada que abraçamos nos autocarros da Carris, aventurem-se!!!

Usem desodorizante!!!

quarta-feira, julho 02, 2008

Uma gaivota voava, voava!

Jornal da Noite, SIC, ontem.
A notícia destacava José Lima, um português emigrante no Canadá que recentemente ficou milionário com um prémio de nove milhões de euros no Totoloto lá das Américas. O sonho deste querido emigrante era apenas um: ser sócio do Benfica - sonho altamente discutível, mas esse agora não é o tema central. "Desde pequenino que sou do Benfica e chorava quando o Benfica perdia", disse ele na entrevista. Comovente, no mínimo. De seguida, em visita ao estádio da Luz, mostraram-lhe os troféus do clube, os balneários e, por fim, o relvado, onde costuma pairar a "GAIVOTA". Perdão?! Então este tipo é do clube da Luz desde pequenino, chora baba e ranho quando os lampiões perdem e refere-se ao milhafre, de seu nome Vitória, como a "GAIVOTA"?! O jornalista, tentando atenuar a demonstração pública de incapacidade intelectual do seu entrevistado, ainda lhe disse "in english, in english" e ele lá acabou por dizer "águia" em bom português. Tanto dinheiro, tanta estupidez.

terça-feira, julho 01, 2008

Gargalhadas aos molhos

Gosto de rir. Gosto muito de rir muito. Gosto que me façam rir. Gosto de piadas soltas, privadas, parvas, secas, inteligentes ou totalmente inconvenientes. Gosto de me rir para e de pessoas, sobretudo de mim. Gosto de bom humor, do negro, daquele dito em pé, por personagens do dia-a-dia ou da televisão, seja por quem for. Gosto das lágrimas que chegam aos olhos depois da gargalhada me roçar os dentes.

Ultimamente tenho-me rido muito com esta personagem deste actor que enche todas as medidas, Nuno Lopes:





in "Os Contemporâneos"

Descubra as diferenças

Bill Kaulitz, vocalista dos Tokio Hotel

Songoku, Dragon Ball