sábado, abril 26, 2008

Um son(h)o diferente

Comparações à toa, digo eu. São sonhos dormidos de forma diferente. Ponto. E ponho de lado as expectativas em vão de ontem. Morreram em mim. E a relva é mais verde, não do lado vizinho, mas aqui. Aqui é mais verde e mais forte e mais tudo. Afirmar certamente agora.

Sim.

A mão por cima do ombro embala sempre mais.