segunda-feira, fevereiro 25, 2008

Planeta Juno

Imagem DR

Bem-vindos ao maravilhoso mundo das famílias disfuncionais, pleonasmos à parte. Bem-vindos então ao universo de Juno, uma adolescente norte-americana que tenta esquecer o marasmo da sua vida tendo relações sexuais com o colega de turma, Paul Bleeker, vulgo "nerd". Mas esse episódio em cima de um sofá, ou de um "mapple", que é bem mais kitsch, vai resultar numa gravidez inesperada e totalmente indesejada por Juno. Mas há uma outra família, também ela disfuncional (mas haverá outro tipo?), que deseja este bebé. Juno decide então entregar o seu filho para adopção. E a história é esta. Simples e deliciosamente divertida, com muito calão à mistura e personagens-cromo do mais americano que há. Pena é que a tradução não tenha respeitado algumas das piadas que só um ouvido treinado em inglês percebe e desata à gargalhada. Mas a originalidade do argumento premiada esta semana com um Óscar está lá e merece a ida ao cinema, ó lá se merece!