segunda-feira, maio 14, 2007

Zoom

Bem através da tua lente vejo a imagem que as tuas fotografias revelam. E gosto. Pela cor, pela quase textura que colocas num rosto ou numa paisagem ou até mesmo num vazio. Assim se resume a total entrega que dás ao talento que tens mas não assumes como inato. Mas gosto. E aprecio novamente os contornos desse jeito só teu, que capta tudo à tua volta, até tudo o que ainda não te disse. Vou gostar. Como de todas as fixas imagens que me vais oferecer um dia. Sei que vou gostar. Como todas as pré-visualizações que me fazes assistir aqui, enquanto te espero. Gosto.